Nos 45 anos da "Revolução de 25 de Abril de 1974" - celebrar a Liberdade e a "Revolução dos Cravos"

23-04-2019 14:25
Na próxima quinta-feira, dia 25, comemora-se um momento fundamental da nossa história comum, aquele que ocorreu, também numa quinta-feira de há 45 anos, e que pôs termo a quase cinco décadas de ditadura, ausência de liberdades, repressão, miséria e profundo analfabetismo, entre tantas outras vicissitudes que faziam do nosso país uma nação pobre, cinzenta, e cansada de uma guerra colonial que se desenrolava em África. 
Na próxima quinta-feira comemora-se aquele "dia inicial inteiro e limpo / onde emergimos da noite e do silêncio" como tão singela e magnificamente escreveu Sophia de Mello Breyner na obra: "O Nome das Coisas".
Na próxima quinta-feira, comemora-se o 25 de abril de 1974 e com ele também nós queremos, por cá, neste espaço de literacia e de liberdade que é uma biblioteca, evocar e celebrar a liberdade e a revolução dos cravos. Será assim que, no dia 29 de abril, contaremos com a presença de um representante da Associação 25 de Abril (numa palestra de sensibilização histórica e cívica) que vem partilhar, com alunos e outros elementos da comunidade educativa, ideias e factos sobre a Revolução de Abril de 1974. Também pela poesia, a música e canções de intervenção teremos a oportunidade de revisitar e relembrar o espírito de Abril, dando conta de como a expressividade artística se cruzou  (e cruza) com as vivências do nosso dealbar democrático.
[Os cartazes aqui apresentados são da autoria de elementos da comunidade escolar; o primeiro resultado de um arranjo gráfico de Maria J. Oliveira com ilustração da autoria de Nuno Mendanha (ambos professores na ESAF); o segundo, da autoria da aluna de artes Madalena Mota]

 

Voltar